Lehrenkrauscafe Forums Lehrenkrauscafe Forums Lehrenkrauscafe Forums
  #101  
Antigo 06-08-2009, 12:16
Avatar de pedro2cv
pedro2cv pedro2cv está offline
Membro Cappuccino
 
Data de Entrada: Oct 2008
Mensagens: 4.744
Padrão Re: Ayrton Senna e Porsche

Hoje vou "passar-me" por turista japones, e vou andar à caça fotográfica da casa do Ayrton Senna, graças ao fundamentar apoio do Desmo, a quem eu agradeço imensuravelmente!!!!

Este forum é mesmo o melhor de todos... até é melhor que o Google!!!

Bastou "insinuar" o pedido de informaçoes relativamente ao endereço da casa do Ayrton, que passado um pouco, já estava a chegar à caixa de MP!!!

Obrigadao, Desmo...

Vamos ver se acerto na casa!!!


Responder com Quote
  #102  
Antigo 06-08-2009, 12:30
Avatar de zico
zico zico está offline
Fundador
 
Data de Entrada: Sep 2008
Mensagens: 10.555
Padrão Re: Ayrton Senna e Porsche

Citação:
Tópico Aberto originalmente por pedro2cv
Hoje vou "passar-me" por turista japones, e vou andar à caça fotográfica da casa do Ayrton Senna, graças ao fundamentar apoio do Desmo, a quem eu agradeço imensuravelmente!!!!

Este forum é mesmo o melhor de todos... até é melhor que o Google!!!

Bastou "insinuar" o pedido de informaçoes relativamente ao endereço da casa do Ayrton, que passado um pouco, já estava a chegar à caixa de MP!!!

Obrigadao, Desmo...

Vamos ver se acerto na casa!!!


Bem...não queria dizer isto, mas cá vai...se bateres à porta e disseres que vais da parte do zico, covidam-te a entrar.
__________________
ॐ नमःशिवाय
Responder com Quote
  #103  
Antigo 06-08-2009, 12:52
Avatar de José Aguiar
José Aguiar José Aguiar está offline
Membro RSR
 
Data de Entrada: Sep 2008
Local: Luanda/Fafe
Mensagens: 3.038
Enviar mensagem via MSN para José Aguiar
Padrão Re: Ayrton Senna e Porsche

Citação:
Tópico Aberto originalmente por zico
Citação:
Tópico Aberto originalmente por pedro2cv
Hoje vou "passar-me" por turista japones, e vou andar à caça fotográfica da casa do Ayrton Senna, graças ao fundamentar apoio do Desmo, a quem eu agradeço imensuravelmente!!!!

Este forum é mesmo o melhor de todos... até é melhor que o Google!!!

Bastou "insinuar" o pedido de informaçoes relativamente ao endereço da casa do Ayrton, que passado um pouco, já estava a chegar à caixa de MP!!!

Obrigadao, Desmo...

Vamos ver se acerto na casa!!!


Bem...não queria dizer isto, mas cá vai...se bateres à porta e disseres que vais da parte do zico, covidam-te a entrar.
Também conheces o M. Owen?
__________________
Something new is about to happen!!!!!!
Responder com Quote
  #104  
Antigo 06-08-2009, 13:47
Avatar de zico
zico zico está offline
Fundador
 
Data de Entrada: Sep 2008
Mensagens: 10.555
Padrão Re: Ayrton Senna e Porsche

Citação:
Tópico Aberto originalmente por José Aguiar
Também conheces o M. Owen?
Não, mas acho que ele me conhece :P
__________________
ॐ नमःशिवाय
Responder com Quote
  #105  
Antigo 06-08-2009, 16:04
Avatar de Kika
Kika Kika está offline
Membro Cappuccino
 
Data de Entrada: Dec 2008
Mensagens: 915
Padrão Re: Ayrton Senna e Porsche

Citação:
Tópico Aberto originalmente por zico
Citação:
Tópico Aberto originalmente por Drake
Uma suprema lição de humildade só ao alcance dos “Grandes” como Senna.
Para os mais novos, até aqueles que nunca viram Senna a correr, ficam comovidos com as lágrimas (para mim) de crocodilo de Schumacher na Conferencia de Imprensa após a qualificação na qual atingiu o anterior record de polés, até então na posse de Ayrton.
Ainda sobre a passagem do piloto Alemão pela F1 (não contando esta fabulosa operação de Marketing com este regresso em 2009), devemos realçar a existência de uma espécie de corrente predatória na Formula 1, com os velhos pilotos sendo “caçados” pelos novos: Prost “caçou” Lauda, Senna “caçou” Prost; Schumacher caçou? NINGUÉM; Alonso “caçou” Schumacher; Lewis “caçou” Alonso…
Há essa terrível “falha” na (sem duvida) fantástica carreira de Schumacher ou seja, ele não entrou para o panteão dos grandes, derrotando um outro grande. Ele estará para sempre à sombra de um “GIGANTE” que seus records nunca conseguirão derrotar.
Ayrton conviveu e lutou com Piquet, Mansell, Prost e Schumacher. Já o Alemão andou com Hill, Hakkinen e Villeneuve. È certo que pôs a Ferrari nos eixos, mas quando ele bateu em Silverstone e o Mika Salo o substituiu, foi por pouco que o Irvine não chegou ao título, (até dizem que não foi Campeão pois em termos de Marketing o escolhido para quebrar o jejum deveria ser o Michael). Sem dúvida que foram décadas diferentes, a meu ver a do Senna bem mais difícil e disputada, logo de maior valor.
Por outro lado Ayrton Senna, em toda a sua carreira perseguiu outro gigante que ele sempre considerou interiormente que jamais derrotaria. Por isso na festa do podium na sua segunda vitória no Brasil, ao receber das mãos de seu ídolo (Juan Manuel Fangio) o troféu de primeiro classificado, Ayrton, visivelmente fez questão de descer do lugar mais alto do podium para o abraçar. Uma suprema lição de humildade.
[justify:85jhr7ac]A paixão irracional que muita gente sente pelo Senna (tu incluído) não pode ser explicada através de factos racionais. É a mesma coisa que se passa comigo, por exemplo, em relação à Porsche. Por muito que a marca e a saga dos Porsche sejam uma coisa bestial, eu não tenho argumentos para explicar a imbecilidade de tanta dedicação. Por isso, não consigo convencer ninguém da razoabilidade do meu fanatismo através de argumentos válidos. Apenas me dou por contente e sinto-me confortável quando encontro outro espécime com a mesma patologia (quem já andou pelos hospitais sabe do que falo). É a (má) natureza de ser fundamentalista. Se tivesse nascido árabe, provavelmente há muito que já tinha vestido o colete de dinamite e já tinha reclamado as minha quota das virgens. E este intróito serve apenas para te dizer que, na minha opinião, o Ayrton Senna teve a sorte e o mérito de virar um mito. E quando se vira mito, ou se atinge o estatuto de uma lenda, a mesma tem que ser necessariamente (para além da verdade) composta por muitos factos irreais, irracionais e fictícios. Ter morrido ao volante, ainda novo, foi determinante para dar início a esse processo. O folclore brasileiro por sua vez, encarregou-se desse trabalho magistralmente. Mas a verdade, e essa é a que vai custar mais a apagar da história, é que o Schumacher alcançou feitos que, provavelmente, o Senna nunca teria alcançado. Chamem-lhe o que quiserem: trapaceiro, anti-desportivo, cínico, antipático, mas a frieza e eficácia germânica (ingredientes que nunca levarão à criação de um mito) iria relegar o Ayrton Senna muitas vezes para o segundo lugar, se ele não tivesse morrido.
Eu vejo o endeusamento do Senna, como um reflexo da frustração dos seus fãns em verem o “mau” a ficar com os louros do “bom”. E eu sou insuspeito para falar do Schumacher porque não nutro por ele qualquer simpatia, mas olho para ele (já olhava na altura, em 94) como um piloto que reunia todas as características para ficar à frente do Senna. É que não basta ser o mais dotado na condução...Em todo o caso, se me preguntarem qual é o piloto de toda a história da F1 que melhor conduzia, eu responderia que era o Gilles Villeneuve.

Desculpa esta filosofia barata...[/justify:85jhr7ac]
Qual filosofia barata !!!! muito bem explicada pelas diversas razões.

As Pessoas nutrem paixões por diversas coisas e muitas das vezes vezes nem sabem como explicar!!! e tu explicas muito bem esta coisa!!!! pois também sofres dessa dedicação (Porsche) como eu sobro p0elo Senna, só que eu tenho uma diferença, não tenho nada dele o que tinha ficou noutro local do qual (por divergencias) nunca mais tive acesso. Mas em memória tenho muito
Responder com Quote
  #106  
Antigo 06-08-2009, 18:10
Avatar de zico
zico zico está offline
Fundador
 
Data de Entrada: Sep 2008
Mensagens: 10.555
Padrão Re: Ayrton Senna e Porsche

Citação:
Tópico Aberto originalmente por Kika
Mas em memória tenho muito
E isso é o que importa, Kika. O resto fica cá tudo.
__________________
ॐ नमःशिवाय
Responder com Quote
  #107  
Antigo 06-08-2009, 19:39
Avatar de pedro2cv
pedro2cv pedro2cv está offline
Membro Cappuccino
 
Data de Entrada: Oct 2008
Mensagens: 4.744
Padrão Re: Ayrton Senna e Porsche

Citação:
Tópico Aberto originalmente por José Aguiar
Citação:
Tópico Aberto originalmente por zico
Citação:
Tópico Aberto originalmente por pedro2cv
Hoje vou "passar-me" por turista japones, e vou andar à caça fotográfica da casa do Ayrton Senna, graças ao fundamentar apoio do Desmo, a quem eu agradeço imensuravelmente!!!!

Este forum é mesmo o melhor de todos... até é melhor que o Google!!!

Bastou "insinuar" o pedido de informaçoes relativamente ao endereço da casa do Ayrton, que passado um pouco, já estava a chegar à caixa de MP!!!

Obrigadao, Desmo...

Vamos ver se acerto na casa!!!


Bem...não queria dizer isto, mas cá vai...se bateres à porta e disseres que vais da parte do zico, covidam-te a entrar.
Também conheces o M. Owen?
Obrigadinho pela info!!!

Responder com Quote
  #108  
Antigo 06-08-2009, 20:52
Avatar de Diácono Luís
Diácono Luís Diácono Luís está offline
Fundador
 
Data de Entrada: Sep 2008
Mensagens: 23.394
Padrão Re: Ayrton Senna e Porsche

Citação:
Tópico Aberto originalmente por Diácono Luís
Mas já que falamos em mitos, pergunto:

- Porque é que o Piquet que era Brasileiro e teve três títulos, sobreviveu a um acidente no mesmo local e por coincidência num 1º de Maio, nunca foi considerado um MITO?
Por acaso ainda ninguém respondeu a esta pergunta cá do Padreca: Tinha curiosidade em houvir as vossas explicações técnicas... do ponto de vista da psicolagia de massas...

O que fez pilotos tão parecidos em resultados, um ser um ídolo venerado até ao impensável, e o outro não!
__________________
Não há idades… porque todos somos meninos perante e beleza e a sedução de um Porsche
Responder com Quote
  #109  
Antigo 06-08-2009, 22:41
Avatar de José Aguiar
José Aguiar José Aguiar está offline
Membro RSR
 
Data de Entrada: Sep 2008
Local: Luanda/Fafe
Mensagens: 3.038
Enviar mensagem via MSN para José Aguiar
Padrão Re: Ayrton Senna e Porsche

[quote=Diácono Luís]
Citação:
Tópico Aberto originalmente por "Diácono Luís":16bbfjpu
Mas já que falamos em mitos, pergunto:

- Porque é que o Piquet que era Brasileiro e teve três títulos, sobreviveu a um acidente no mesmo local e por coincidência num 1º de Maio, nunca foi considerado um MITO?
Por acaso ainda ninguém respondeu a esta pergunta cá do Padreca: Tinha curiosidade em houvir as vossas explicações técnicas... do ponto de vista da psicolagia de massas...

O que fez pilotos tão parecidos em resultados, um ser um ídolo venerado até ao impensável, e o outro não![/quote:16bbfjpu]

Penso que a razão do meu ponto de vista é simples.
O Senna construiu uma imagem de piloto de excelencia, sempre pautada pela descrição. Era um homem dócil, afável, sensivel. É a imagem que eu tenho sem nunca ter privado com ele. Reparem se na maior parte das fotos dele, parece triste, sempre a pensar em algo.

Piquet era completamente oposto. Agressivo verbalmente, temperamental, homem de rupturas, lembro-me de o ver a agredir um piloto, que por muitos motivos q tivesse para tal, é um acto sensurável. Para não falar nos ataques à vida pessoal do Senna.

Serve de arguemnto carissimo Diácono?????
__________________
Something new is about to happen!!!!!!
Responder com Quote
  #110  
Antigo 06-08-2009, 22:58
Avatar de Drake
Drake Drake está offline
Membro Cappuccino
 
Data de Entrada: Nov 2008
Local: Porto
Mensagens: 3.558
Padrão Re: Ayrton Senna e Porsche

[quote=Diácono Luís]
Citação:
Tópico Aberto originalmente por "Diácono Luís":2hp3t427
Mas já que falamos em mitos, pergunto:

- Porque é que o Piquet que era Brasileiro e teve três títulos, sobreviveu a um acidente no mesmo local e por coincidência num 1º de Maio, nunca foi considerado um MITO?
Por acaso ainda ninguém respondeu a esta pergunta cá do Padreca: Tinha curiosidade em houvir as vossas explicações técnicas... do ponto de vista da psicolagia de massas...

![/quote:2hp3t427]

Sua Eminencia agora provocou para uma explicação mais técnica e como é dentro da minha área, cá vai ela:

Os mitos da sociedade têm duas origens:

1 - Transformação de outros mitos endógenos (dentro da nossa cultura) ou exógenos (fora da nossa cultura) originam outros mitos ou modificam os já existentes.

2 - Transformação de dados de outra natureza em mito.

Uma narrativa histórica transmitida oralmente numa sociedade sem escrita, vai gradualmente perdendo pormenores e mantendo outros (que até se podem aumentar).
Uma vez adoptada essa narrativa histórica por toda uma sociedade, essa narrativa transforma-se em mito, como por exemplo a história da “Padeira de Aljubarrota”.

Mito é e forma estereotipada que a comunidade conhece e que possui um determinado valor simbólico.

É possível que qualquer produção literária oral ou escrita individual, se possa tornar num mito, caso passe a ser conhecida oralmente por toda uma comunidade, sendo posteriormente aumentada ou diminuída. Todas as obras individuais são mitos em potência; tudo depende da adopção colectiva ou não. Uma das origens dos mitos é a transformação de mitos exógenos.

Perguntarão qual a razão para não replicarmos simplesmente os mitos tal e qual?
A razão é: por causa do contexto.
A estrutura do mito existe a partir de um determinado contexto cultural e esse mesmo contexto exige que se faça uma transformação do mito, adequando-o ao novo contexto cultural, próprio da nova comunidade em que está inserido.

Estudando a Mitologia e o Simbolismo no seio de uma sociedade, só devemos criar paralelismos com outras sociedades se os próprios membros da sociedade o fizerem. Por exemplo a transformação em mito de uma obra literária faz-se por via oral.

Os mitos não são apenas característicos das sociedades primitivas. Nós, membros das sociedades modernas também temos os nossos mitos. Alguns destes perduram desde tempos imemoriais.
Ex.: O mito da eterna juventude, que está bem patente no mito do sebastianismo, no regresso d´ “O Desejado”, D. Sebastião. Este está por sua vez ligado ao Messianismo de inspiração judaico-cristã. Este é o mito do eterno retorno, também presente na política, no regresso de figuras marcantes, o regresso de um salvador...

Muitos dos mitos dos nossos dias estão ligados à Comunicação Social, sobretudo no que diz respeito ao audiovisual. Há um campo que se presta muito a figuras mitológicas: o Cinema e as estrelas de Cinema. As estrelas são consideradas mitos porque a sua história foi narrada oralmente (através dos mass media audiovisuais), casos de James Dean e de Marilyn Monroe, por exemplo.

Nestes dois casos detectamos certas características mitológicas: a eterna juventude (o facto destes dois indivíduos terem morrido jovens é muito forte) e a oposição entre proximidade e afastamento (o facto da sua vida íntima ser conhecida atrai e causa emoção em oposição ao facto de tentarem manter um misto de mistério e privacidade), ingredientes simbólicos da criação de mitos.

Outro exemplo o mito da Lady Di que possui vários elementos simbólicos:
uma morte prematura que a levou na juventude;
história transmitida oralmente (através dos mass media audiovisuais);
a canção “Candle in the Wind” de Elton John ajuda a difundir o mito;
torna-se um mito quase planetário.

Há especialistas da matéria que falam em sete Mitos no Sec. XX (sete – o número da perfeição):
James Dean
Marilyn Monroe
Evita Péron
Elvis Presley
Che Guevara
Lady Diana
Jim Morrison

Todos estas figuras usufruíram de uma forte exposição mediática em vários orgãos de Comunicação Social. No entanto, não podemos dizer que são os mass media os produtores de mitos (os mitos são referências da nossa sociedade e de algum modo orientam-nos na nossa sociedade). Os mass media existem porque precisamos deles e fazem a difusão de casos deste tipo.
A aldeia global é um mito, porque corresponde a uma narrativa oral de que no passado todos os seres humanos estiveram juntos, se separaram e agora vivem um processo de reunificação da Humanidade, com a ajuda dos mass media, em especial dos electrónicos.

Um mito é um discurso, uma história, uma narrativa, ligada à cosmogénese (não ligado ao sentido literal, denotativo, mas sim ao simbólico, convencional, que se aceita num determinado contexto cultural).

O mito não se limita apenas às sociedades primitivas, nas nossas sociedades actuais e ditas civilizadas também os há.
A Comunicação Social tem um importante papel na construção dos mitos. Contudo, esse argumento pode ser contestado. No mundo existem muitos povos sem acesso aos mass media e, no entanto, também os possuem. Os mitos não existem por causa da Comunicação Social: os mitos fornecem-nos indicações sobre as sociedades às quais são inerentes, dos seus elementos simbólicos, fornecem ao indivíduo indicações espaço-temporais, permitindo a sua integração na sociedade.

O indígena de uma sociedade não tem consciência do contacto com os mitos durante o seu processo de integração na mesma, ao contrário do antropólogo, que entra em contacto com eles de forma consciente.

Nós contactamos com mitos compostos por elementos de natureza simbólica.
Um dos elementos dos símbolos é a arbitrariedade e segundo a qual tudo pode ter significado; nós seres humanos é que podemos não ter em nossa posse as chaves que permitam a descodificação desses problemas.
__________________
...idiotice é esperar resultados diferentes para as mesmas acções...
Responder com Quote
Responder

Opções do Tópico
Modos de Exibição

Permissões
Você não pode abrir novos tópicos
Você não pode inserir respostas
VocÊ não pode anexar ficheiros
Você não pode edita suas mensagens

BB code é Ligado
Smilies estão Ligado
Código [IMG] está Ligado
Código HTML está Desligado

Ir para...


Horários baseados na GMT. Agora são 0:56.

Direitos Reservados 2009 – www.lehrenkrauscafe.com - O site "LEHERNKRAUSCAFE" e o seu conteúdo, é um site não comercial, de entusiastas, e NÃO é Patrocinado, associado, aprovado, endossado ou de nenhuma forma afiliado com ou pela Dr.Ing. h.c. F.Porsche AG ("PAG"), ou qualquer uma das suas Subsidiárias ou representantes. PORSCHE - PORSCHE CREST - PORSCHE DESIGN - CARRERA - TARGA - TIPTRONIC - PORSCHE SPEEDSTER - VARIORAM - CVTIP - VARIOCAM - BOXSTER - CAYENNE - CAYMAN - TEQUIPMENT - VARRERA - PCM - RS - 4S - PAN AMERICANA - TECHNORAD - PORSCHE BIKE S - PORSCHE BIKE FS - P AND DESIGN - 911 - 356 - 959. THERE IS NO SUBSTITUTE e outros nomes de produtos Porsche, números de modelo, logótipos, símbolos comerciais, nomes de marca, e lemas, são marcas registadas e as formas distintas do automóveis Porsche são propriedade da PAG e estão protegidas pelas leis internacionais de marcas. Todas as fotografias e outros conteúdos neste Site foram obtidas através de canais aprovados ou do domínio público e não tencionam infringir nenhum direito reservado. Caso Você acredite que por qualquer razão este Site possa estar acidentalmente em violação dos seus direitos reservados, contacte-nos e removeremos os respectivos conteúdos de forma imediata.