Lehrenkrauscafe Forums Lehrenkrauscafe Forums Lehrenkrauscafe Forums

Voltar   Lehrenkrauscafe Forums > OS DITOS CUJOS > 5 E 4 PORTAS

Tópico Fechado
 
Opções do Tópico Modos de Exibição
  #1  
Antigo 20-11-2013, 17:50
Avatar de Diácono Luís
Diácono Luís Diácono Luís está offline
Fundador
 
Data de Entrada: Sep 2008
Mensagens: 23.679
Padrão O Macan é um puro Porsche - Estreia mundial do SUV compacto da Porsche - INFO OFICIAL




O Macan é um puro Porsche

Estreia mundial do SUV compacto da Porsche







A Porsche expandiu a sua oferta de veículos a uma nova classe. O Macan - enquanto primeiro Porsche no segmento dos SUV compactos - irá definir novos padrões para a dinâmica e o prazer de condução, tanto em estrada como fora dela. O Macan reúne as características de condução típicas que, desde sempre, compõem um Porsche: valores máximos na aceleração e travagem, uma enorme força de tracção, agilidade extrema e precisão máxima de condução – tudo isto, associado a um elevado nível de conforto e facilidade na utilização diária.
Tal como em todos os veículos Porsche, os genes desportivos do Macan são imediata-mente visíveis no design. Este SUV possui um visual sem precedentes, com um perfil inclinado e amplo. Um capot abrangente e uma linha de tejadilho com inclinação uni-forme, sublinham a imagem geral de elegância desportiva e poder dinâmico. Muitos elementos de design foram aproveitados de outros automóveis desportivos Porsche e tornados mais sofisticados para o Macan. Assim, o Porsche Macan destaca-se como o primeiro automóvel desportivo entre os SUV compactos. O Macan é "Made in Ger-many", produzido na fábrica de Leipzig onde a empresa investiu 500 milhões de euros e construiu uma linha de produção completa. Esta foi concebida para cerca de 50.000 veículos/ano – fabricados com a máxima precisão e os mais elevados requisitos de qua-lidade. Tipicamente Porsche.
A gama de produtos do Macan inclui três modelos para o seu lançamento no mercado: o Macan S está equipado com um motor biturbo V6 de 3,0 litros com 340 CV (250 kW) e dispõe, tal como todos os Macan, de uma tracção integral activa com um acoplamento de lamelas e embraiagem multidiscos de regulação eletrónica. A caixa Porsche Doppel-kupplung de 7 velocidades transmite a potência conforme necessário e praticamente sem interrupção da força de tracção. Isto permite uma aceleração dos 0 aos 100 km/h
em 5,4 segundos (ou 5,2 segundos com o pacote Sport Chrono opcional); a velocidade máxima é de 254 km/h, o consumo situa-se, segundo o NEDC, entre os 9,0 e os 8,7 l/100 km, o que corresponde a emissões de CO2 de 212 a 204 g/km.
O Macan S Diesel é o corredor de fundo mais económico do trio Macan, com o seu motor turbodiesel V6 de 3,0 litros, consome apenas 6,3 a 6,1 l/100 km, segundo o NEDC, o que corresponde a um valor de CO2 de 164 a159 g/km. Apesar disso, com o seu motor de 258 CV (190 kW), necessita apenas de 6,3 segundos para arrancar dos 0 aos 100 km/h (6,1 segundos com o pacote Sport Chrono) e alcança uma velocidade máxima de 230 km/h.
A potência máxima no segmento dos SUV compactos marca o Macan Turbo como o modelo de topo da classe. O seu motor V6 com dupla sobrealimentação de 3,6 litros, utilizado pela primeira vez pela Porsche, oferece 400 CV (294 kW) e catapulta o Macan Turbo dos 0 aos 100 km/h em 4,8 segundos. Com o pacote Sport Chrono são necessá-rios apenas 4,6 segundos. Apesar da velocidade máxima ser de 266 km/h, o Macan Turbo alcança um consumo, segundo o NEDC, de apenas 9,2 a 8,9 l/100km, que resulta num valor de CO2 de 216 a 208 g/km.
O seu nome deriva da palavra indonésia para tigre. E é, precisamente assim, que o Macan se vê: forte e pronto para atacar a qualquer momento. Mas ao mesmo tempo, ágil e persistente no terreno. A tracção integral desportiva é uma ideia da Porsche, pen-sada e concretizada pela primeira vez por Ferdinand Porsche em 1900, com o carro de corrida Lohner-Porsche com quatro motores elétricos nos cubos das rodas. Em 1947, a Porsche desenvolveu o type 360, mais conhecido como o carro de corrida Cisitalia Grand Prix. Este transformou-se numa lenda, não apenas graças ao seu motor com compressor de doze cilindros e à consequente construção leve, mas também devido à sua tracção integral permanente. A base para esta construção foi a ideia de que, em curvas ou em estradas com índices de tracção reduzidos, a potência pode ser converti-da em propulsão de forma mais eficaz e segura. O actual nível de evolução da tracção integral é um dos sistemas mais eficientes do mundo – o Porsche Traction Management (PTM). Com o Macan, a Porsche oferece veículos desportivos todo-o-terreno numa variedade nunca antes vista. A análise da performance de condução torna claro que o Macan foi concebido como um veículo ágil. Também as suas proporções, o design e as rodas de grandes dimensões, com um conjunto de pneus misto, permitem reconhecer
esse facto à primeira vista. Os motores, os sistemas de accionamento e a transmissão Porsche Doppelkupplung (PDK) de sete velocidades, transformam esta apresentação dinâmica e eficiente, na estrada e fora dela, numa experiência de condução autêntica da Porsche. Condutor e passageiro sentam-se numa posição baixa, típica dos veículos desportivos.
O equipamento de série do Macan é extenso. Este inclui, por exemplo, a tracção inte-gral, a caixa PDK, o volante desportivo multifunções com patilhas para a troca manual de velocidades, jantes em liga leve de grandes dimensões, um sistema de áudio poten-te, assim como uma porta da bagageira com accionamento eléctrico. A lista de possí-veis equipamentos opcionais tem outros destaques, nomeadamente a suspensão pneumática, único no seu segmento, ou o Porsche Torque Vectoring Plus (PTV Plus), especialmente adaptado para o Macan, uma distribuição variável do binário para as rodas traseiras, em combinação com um bloqueio do diferencial do eixo traseiro de regulação electrónica, e também uma opção muito procurada na Porsche - a luz de máximos dinâmica, como componente do Porsche Dynamic Light System Plus (PDLS Plus), que adapta gradualmente o alcance dos faróis ao trânsito que segue à sua frente ou em sentido contrário.
Design: bem enraizado na tradição dos automóveis desportivos Porsche
O design do Macan demonstra os seus genes de veículo desportivo em numerosos deta-lhes. Os engenheiros fizeram todos os possíveis para configurar as proporções e as formas de modo correspondente. O resultado pode ser descrito em duas palavras, típicas de um automóvel desportivo: largo e baixo. A linguagem das formas personifica o carácter desporti-vo, a dinâmica e a precisão, complementadas pela elegância e leveza. As linhas redondas são combinadas com arestas precisas em posições bem definidas. Devido às suas propor-ções harmoniosas, o Macan apresenta uma imagem compacta, poderosa e próxima da estrada.
Pormenores do design dos automóveis desportivos da Porsche tornam os padrões de per-formance do Macan bem claros desde o início. Assim, por exemplo, a configuração das janelas de uma vista lateral e a linha de tejadilho descendente para a parte traseira, desig-nada na Porsche como "fly line", baseia-se no 911. Do mesmo modo, os guarda-lamas tra-seiros têm o formato flexível semelhante aos do 911. O 918 Spyder já é considerado, actualmente, um veículo que desenvolveu ainda mais o ADN de design da Porsche. O
Macan recebe esse ADN actual: por exemplo, o formato básico dos seus faróis principais orienta-se pelo formato dos do 918 Spyder. As lâminas laterais na área inferior das portas dianteiras e traseiras imitam as inscrições nas portas do superdesportivo híbrido. E no inte-rior, o Macan tem, de série, um volante desportivo multifunções cujo design, completamente novo, tem inspiração no 918 Spyder.
Claramente Porsche
A frente do Macan é característica e expressiva. As grandes entradas de ar são típicas de um Porsche e sublinham a classe de potência na qual os veículos da marca se movem normalmente. No Macan Turbo, elementos estilísticos à direita e à esquerda das entradas de ar, denominados por "airblades", acentuam ainda mais a imagem desporti-va e asseguram um sistema aerodinâmico elaborado. O capot extenso marca um forte elemento de design. Este engloba os faróis e estende-se até às cavas das rodas. O tamanho imponente do capot e as linhas que se estendem para a frente conferem ao Macan uma aparência ampla e forte. Ao mesmo tempo, o seu tamanho harmonisa a frente do veículo, uma vez que não apresenta quaisquer ranhuras na superfície. Quan-do observado de frente, a concentração do Macan na estrada torna-se bem visível.
A vista lateral, com a sua linha de tejadilho com inclinação desportiva, apresenta con-tornos nítidos e sublinha o caráter dinâmico do veículo. Em simultâneo, as linhas de design que se estendem para trás acentuam os guarda-lamas esculpidos e amplos. Em conjunto com a denominada configuração das janelas – o rebordo de todas as superfí-cies laterais em vidro – e com o formato da coluna D, estes imitam o design do 911.
Também quando visualizado lateralmente, existem destaques no design e, ao mesmo tempo, elementos de individualização, com as chamadas "sideblades" na área inferior das portas dianteiras e traseiras – apliques de formato dinâmico oferecidos, opcionalmente, em diferentes materiais. A sua linguagem estilística baseia-se nas ins-crições inferiores nas portas traseiras do 918 Spyder, imitado, novamente, o estribo lateral das portas dianteiras. Em combinação com os delicados puxadores das portas, as proporções das portas têm uma aparência mais estreita e os flancos parecem clara-mente mais esguios e desportivos.
No Macan S e no Macan S Diesel, as "sideblades" estão presentes de série em preto lava. Para uma aparência ainda mais clássica e elegante, o Macan Turbo pode receber
as "sideblades" pintadas na cor exterior (opcional para o Macan S e o Macan S Diesel). As "sideblades" em carbono, disponíveis como opção para todos os modelos, dão mais ênfase ao carácter desportivo do Macan.
Outro detalhe de design marcante é a saia lateral contínua do Macan. Juntamente com o aileron de tejadilho oblongo e pintado de preto, esta sustenta o design fluido. Também o conjunto misto de pneus, com uma largura de até 265 milímetros na dianteira e de 295 milímetros no eixo traseiro, e rodas com tamanho de até 21 polegas, salientam o design desportivo do Macan.
A traseira com contornos subtis e curvas harmoniosas combina carácter desportivo com elegância. Esta foi propositadamente concebida como uma superfície grande e sem interrupções, para dar ao veículo um aspecto visual mais largo. De modo a manter a harmonia, o interruptor para a abertura automática da porta da bagageira, por exemplo, foi colocado discretamente na base do limpa pára-brisas e a placa de matrícula foi colo-cada na parte inferior da secção traseira.
As luzes traseiras, como outra característica proeminente do design do Macan, têm um formato contundentemente tridimensional e estão equipadas com tecnologia LED - também esta uma reminiscência do 918 Spyder. Em todos os modelos, o difusor tra-seiro é flanqueado por duas saídas de escape duplas nas extremidades – no Macan S e no Macan S Diesel são redondas e no Turbo são quadradas. Como opção para todos os modelos, existem saídas de escape com extremidade desportiva em aço inoxidável cromado.
Interior: carácter desportivo e funcionalidade
O ênfase na agilidade e na largura estende-se ao interior do Porsche Macan. Um ali-nhamento sofisticado, transições precisas e um acabamento de alta qualidade conse-guem unir carácter desportivo e elegância de forma coerente.
Começando com os bancos dianteiros bem integrados, a consola central de inclinação ascendente, passando pelo conceito de indicação e operação, até às inúmeras opções de individualização: o interior é, por um lado familiar e, por outro, possui características especiais, como o novo volante desportivo multifunções.
O cockpit mostra o conhecido carácter de automóvel desportivo, com destaque para o totalmente novo volante desportivo multifunções, que é de série, e cujo design provém do 918 Spyder. Possui teclas multifunções para o telefone, rádio e computador de bordo e patilhas para a troca manual das mudanças numa posição ergonómica, garantindo assim que as mãos permanecem no volante e a concentração se mantém na estrada.
Três mostradores circulares com o conta-rotações na posição central formam o painel de instrumentos. No mostrador direito encontra-se o visor a cores de 4,8 polegadas e de alta resolução. Naturalmente, a ignição encontra-se no lado esquerdo do volante – como é tradição num Porsche. A consola central de inclinação ascendente para a fren-te, com a alavanca selectora elevada, típica de um veículo de competição, integra o condutor ainda mais no cockpit. As teclas para as funções mais importantes estão reu-nidas na consola central em grupos lógicos. Deste modo, é possível operar as funções individuais de forma rápida e intuitiva.
Já no equipamento de série, o Macan S oferece um ambiente desportivo e de qualidade muito elevado com o pacote de interior em Preto brilhante e os bancos confortáveis com a faixa central em alcântara. O Macan Turbo está equipado, de série, com bancos des-portivos adaptativos, incluindo o Pacote de memória Comfort (regulável em 18 posi-ções) em pele, assim como com o Pacote de interior em alumínio polido. Como opção para todos os modelos, estão disponíveis as decorações em raiz de nogueira escura e carbono.
Transmissão Porsche Doppelkupplung (PDK) de série
Pela primeira vez numa nova série de modelos Porsche, todas as variantes do Macan estão equipadas, de série, com a eficiente transmissão Porsche Doppelkupplung (PDK) de 7 velocidades. As vantagens são uma performance de arranque muito elevada, uma mudança entre relações extremamente rápida e sem interrupção da força de tracção, tempos de reação muito reduzidos, um baixo consumo de combustível, assim como um excelente conforto na troca das mudanças. Como em praticamente todos os veículos Porsche com PDK, existem dois mecanismos para utilizar a caixa de velocidades: à direita, com a alavanca selectora, típica da Porsche, em modo automático ou manual, assim como através das patilhas de mudanças no volante, de selecção manual.
A PDK permite "velejar" em qualquer Macan: se o condutor retirar o pé do acelerador, a PDK é desembraiada automaticamente e o veículo continua a rolar livremente. Se o pedal do acelerador ou do travão for acionado, a PDK engata novamente a mudança adequada e fecha a embraiagem. A PDK contribui, em todos os veículos Macan, para um consumo reduzido de combustível e, graças a um controlo inteligente, adapta-se ao perfil de condução.
Tracção integral activa e Porsche Traction Management (PTM)
A tracção integral activa faz parte do Porsche Traction Management (PTM) e está pre-sente, de série, em todos os modelos Macan. Juntamente com outros componentes do sistema – acoplamento de lamelas com regulação eletrónica, o diferencial dos travões automático (ABD) e o sistema de controlo de tracção (ASR) – garante a tracção e a segurança.
A tracção integral é um dos sistemas com reação mais rápida no mercado e, com a sua construção, suporta planamente o carácter de automóvel desportivo do Macan. O eixo traseiro está sempre accionado. O eixo dianteiro recebe o binário por acionamento do eixo traseiro, em função do grau de bloqueio do diferencial com acoplamento de lame-las e regulação eletrónica. Em situações em que as rodas do eixo traseiro se encontram sobre um solo com um valor de tracção claramente mais reduzido do que o das rodas do eixo dianteiro (por exemplo, sobre uma superfície com gelo) e se as rodas tiverem patinado durante o arranque, é possível transferir o binário necessário em até 100% para o eixo dianteiro. No entanto, neste caso, o eixo traseiro não está, em momento algum, desacoplado; o binário é simplesmente transferido a 100% para o eixo dianteiro através do acoplamento de lamelas. Além disso, o ASR reduz o patinar das rodas.
Nas curvas, a força de tracção que chega às rodas dianteiras é apenas a necessária para garantir um controlo direcional optimizado. Em combinação com todos os siste-mas, o PTM e o Porsche Stability Management (PSM) mais sofisticado garantem, em qualquer situação de condução, a distribuição adequada da força para uma propulsão excelente: em grandes rectas, em curvas apertadas, assim como em terrenos com dife-rentes valores de aderência. Aqui, o ABD melhora ainda mais a tracção. Se uma roda começar a patinar, o PTM trava essa roda através do ABD e transfere o seu binário de accionamento para a outra roda no mesmo eixo.
Deste modo, o novo Porsche Traction Management (PTM) apoia não só a tracção e a segurança, como também um comportamento de condução ágil para uma utilização dis-tinta e uma elevada dinâmica do Macan.
Activado por um botão: o modo off-road
O modo off-road, também disponível como equipamento de série, pode ser activado através de uma tecla na consola central, entre os 0 e os 80 km/h. Deste modo, todos os sistemas relevantes comutam para um programa todo-o-terreno orientado para a trac-ção. As rotações e velocidades de comutação adaptam-se para uma tracção mais ele-vada e é aplicada mais tensão na embraiagem para fornecer o binário de acionamento adequado ainda mais rapidamente ao eixo dianteiro. A distribuição do binário entre o eixo dianteiro e o eixo traseiro e a curva característica do pedal do acelerador são adaptadas às condições off-road. Além disso, no chassis com suspensão pneumática opcional, a distância ao solo aumenta em 40 milímetros em relação ao nível normal, até uma altura máxima de 230 milímetros. Uma outra tecla na consola central activa o Porsche Hill Control (PHC) para a assistência na descida de declives. A velocidade mantém-se constante e é ajustável num intervalo entre três e 30 km/h.
Porsche Torque Vectoring Plus (PTV Plus) em opção
Para o aumento da dinâmica e da estabilidade de condução, está disponível o Porsche Torque Vectoring Plus (PTV Plus), especialmente adaptado para o Macan. Este funcio-na com uma distribuição variável do binário nas rodas traseiras, assim como com um bloqueio transversal do eixo traseiro regulado de forma eletrónica. Em função do ângulo da curva, da posição do pedal do acelerador, assim como da velocidade da rotação do volante e da velocidade do veículo, o PTV Plus melhora o comportamento e a precisão em curva através de travagens criteriosas na roda traseira do lado interior da curva. Deste modo, a roda traseira do lado exterior da curva obtém uma força de tracção mais elevada e possibilita um impulso de rotação acrescido no sentido desejado. O resultado é uma entrada mais directa e dinâmica nas curvas. Mesmo no modo off-road, o PTV Plus tem resultados positivos: em terreno solto, o deslize das rodas traseiras é reduzido através de bloqueios e travagens calculados.
Botão Sport de série
Todos os modelos Macan estão equipados, de série, com o botão Sport que se encon-tra na consola central, à esquerda da alavanca selectora. Se este botão for premido, o
sistema eletrónico de gestão do motor controla o mecanismo de propulsão de forma ainda mais contundente. Como consequência, o motor reage, perceptivelmente, de for-ma mais rápida aos impulsos no pedal do acelerador, o limitador de rotações é ajustado de modo mais agressivo e a dinâmica do motor mantém o caráter de um desportivo de corrida. Além disso, na transmissão Porsche Doppelkupplung, os pontos de comutação deslocam-se num intervalo de rotação superior e, assim sendo, mais desportivo. Os tempos de comutação são mais reduzidos, os processos de comutação são mais agres-sivos e directos – em reduções de velocidade com função de aceleração intermédia. A sonoridade do motor, ainda mais poderosa, também é adaptada. Além disso, o sistema de regulação do chassis Porsche Active Suspension Management (PASM - equipamen-to de série no Macan Turbo) é ajustado para o modo desportivo, para um amortecimen-to mais firme, uma entrada em curva mais directa e, deste modo, um comportamento de condução ainda mais ágil.
Opção: Pacote Sport Chrono
O pacote Sport Chrono, opcional, oferece uma melhor performance ao premir um botão. Este permite um ajuste ainda mais desportivo do chassis, do motor e da transmissão - acompanhado por um som ainda mais emocionante. É possível reconhecer o pacote Sport Chrono através do cronómetro analógico e digital no tablier, bem como da tecla Sport Plus adicional na consola central. Um outro componente é o indicador de perfor-mance no Porsche Communication Management (PCM) opcional. Este informa, por exemplo, sobre o tempo total de viagem, o trajecto percorrido na viagem actual ou os tempos alcançados nas viagens. O pacote inclui também o Launch Control, que garante uma aceleração de arranque semelhante a um arranque de competição. A vantagem temporal numa aceleração padrão dos 0 aos 100 km/h é de 0,2 segundos para todos os modelos. Os resultados são melhores tempos por volta e uma maior abrangência da combinação positiva entre conforto e carácter desportivo – com um efeito considerável sobre o prazer de condução.
Três variantes de chassis para o Macan
Existem três variantes de chassis para o Macan. As molas de aço cumprem, por si só, os elevados requisitos de performance, prazer de condução, adequação a todo-o-terreno e conforto. A construção leve consequente, nomeadamente através de peças dos eixos e do chassis em alumínio, contribui para a dinâmica e o conforto de condu
ção. Para o eixo dianteiro, é utilizada uma construção de cinco braços e, para o eixo traseiro, uma construção de braços trapezoidal. No eixo traseiro, a disposição separada de molas e amortecedores, no suporte da roda melhora o conforto da suspensão, assim como a reação dos amortecedores. Assim é possível obter, simultaneamente, uma ele-vada capacidade de carga na bagageira.
A segunda variante de chassis é a combinação das molas de aço com o Porsche Active Suspension Management (PASM) – de série no modelo de topo Macan Turbo. Para o Macan S e o Macan S Diesel, é possível selecionar o PASM como opção. As molas de aço, juntamente com o PASM, cumprem ainda melhor os requisitos elevados de confor-to em grandes distâncias, performance e agilidade. Além disso, com um simples botão este oferece uma grande extensão do amortecimento do chassis através dos três pro-gramas PASM: "Confort", "Sport" e "Sport Plus".
PASM (Porsche Active Suspension Management)
O sistema com regulação eletrónica de ajuste dos amortecedores PASM (Porsche Active Suspension Management) – equipamento de série no Macan Turbo – aumenta o prazer de condução, a segurança de condução e o conforto. Este regula activa e conti-nuamente a força dos amortecedores nos eixos dianteiro e traseiro. Com um modo de condução muito dinâmico com fases intensas de aceleração e travagem ou fora da estrada, normalmente um veículo tende a apresentar movimentos distintos da carroça-ria. É aqui que intervém o PASM, reduzindo-os. De acordo com as suas necessidades e os seus desejos, o condutor pode escolher entre três programas: "Confort", "Sport" e "Sport Plus".
Suspensão pneumática: única no segmento de mercado
Como terceira variante de chassis, exclusiva neste segmento de veículos, está disponí-vel, como opção, para o Porsche Macan uma suspensão pneumática que inclui regula-ção do nível, ajuste de altura e PASM. Esta cumpre também os mais elevados requisi-tos de conforto, carácter desportivo e performance e posiciona o veículo no topo de qualquer disciplina individual de chassis.
Relativamente à suspensão de aço, o Macan com suspensão pneumática a nível normal é 15 milímetros mais baixo e, devido ao centro de gravidade ainda mais baixo a isto associado, oferece simultaneamente uma maior dinâmica de condução e um melhor
conforto. A suspensão pneumática garante sempre uma posição constante do veículo, de forma automática e independente da distribuição da carga. Se desejado, a distância em relação ao solo pode ser variada em três níveis: "High", "Normal" e "Low". No nível "High", o veículo encontra-se 40 milímetros acima do nível normal, com uma distância máxima ao solo de 230 milímetros. A activação é realizada através da tecla Offroad e é possível entre os 0 e os 80 km/h. Através do acionamento da tecla PASM ou Sport Plus, o veículo pode ser baixado em dez milímetros para o nível "Low". A distância máxima ao solo é, então, de 180 milímetros. Em combinação com o Sport Plus, o nível "Low" oferece a máxima performance no Macan, devido ao centro de gravidade ainda mais baixo e a um PASM optimizado de forma correspondente. Para um carregamento mais confortável do compartimento de carga, é possível ajustar o veículo equipado com a suspensão pneumática para um nível de carga. Este rebaixa a parte traseira em 50 milímetros relativamente ao nível normal. A activação é efectuada através de um botão na bagageira.
Travões eficazes com uma potência excelente
Os travões do Porsche Macan correspondem a uma performance de condução extraor-dinária. Também aqui o Macan lidera o seu segmento de mercado para o habitual nível elevado da marca: tem os travões mais eficientes.
No Macan, à frente são utilizados travões de pinças com 6 pistões em construção monobloco de alumínio. No Macan S e no Macan S Diesel, dispõe de discos de travão com um diâmetro de 350 milímetros e, no Turbo, com um diâmetro de 360 milímetros. Atrás, a desaceleração em todos os modelos é garantida por travões de pinça controla-da combinados com o travão de estacionamento elétrico integrado. Os discos do travão traseiros têm um diâmetro de 330 milímetros no Macan S e no Macan S Diesel e de 356 milímetros no Turbo. O travão de estacionamento elétrico assegura um maior con-forto e segurança ao estacionar o veículo. Durante o arranque, este solta-se automati-camente. Uma outra estreia é a função Hold. Esta é activada ao pressionar novamente o pedal do travão.
Conjunto misto de pneus: vantagens funcionais e visuais
O conjunto de pneus do Macan é típico de veículos desportivos: foi concebido um con-junto de pneus com diferentes dimensões nos eixos dianteiro e traseiro para o Macan. Isto sublinha o visual de automóvel desportivo do Porsche Macan e oferece, para além
disso, vantagens funcionais. Os pneus mais largos no eixo traseiro, em combinação com a tracção integral concebida com maior predominância na traseira, aumentam a tracção e a estabilidade de condução. Os pneus dianteiros, mais estreitos, contribuem para uma direcção desportiva precisa e, consequentemente, para a agilidade do veícu-lo. Resumindo, o conjunto misto de pneus contribui para a performance de condução elevada do Macan.
O equipamento de série no Macan S e Macan S Diesel inclui pneus com as dimensões 235/60 R18 à frente e 255/55 R18 atrás. Os pneus dianteiros do Macan Turbo têm a dimensão de 235/55 R19 e os traseiros 255/50 R19. As jantes disponíveis para o Porsche Macan exprimem perfeitamente o seu carácter. Está disponível uma variada selecção de jantes com um design apelativo. A oferta estende-se até às 21 polegadas, disponível para todos os modelos Macan.
Direcção assistida eletromecânica
A direcção assistida eletromecânica – que se encontra pela primeira vez num SUV Porsche – possibilita, em todas as situações de condução, uma direcção precisa e directa do Macan com a resposta típica da Porsche. Vantagens associadas para o con-sumo: uma vez que o sistema apenas necessita de energia ao ser utilizado, em compa-ração com a direcção hidráulica convencional, o sistema eletromecânico poupa até 0,1 litros de combustível por 100 quilómetros. Um importante efeito do sistema é, além dis-so, a possibilidade de oferecer um sistema de aviso de desvio de faixa para o Macan – este colabora com a direção assistida eletromecânica e efectua intervenções activas na direcção quando necessário.
Carroçaria: desenvolvida para o segmento desportivo dos SUV compactos
Um factor marcante para o desenvolvimento da carroçaria do Macan foi o objetivo de ser reconhecível à primeira vista entre os SUV compactos – o veículo desportivo neste segmento de mercado. Tal foi conseguido e muitos detalhes tornam-no evidente. Por exemplo, o capot, que se estende até às cavas das rodas e engloba também os faróis principais, confere à frente do veículo uma aparência ampla e forte. As linhas de design precisas do capot que se estendem para a frente acentuam mais a largura. Este é fabri-cado completamente em alumínio, o que contribui para a redução do peso e, assim, para a eficiência e a dinâmica.
Interior e equipamento: excelente e de elevada qualidade
O habitáculo do Porsche Macan baseia-se no design actual de automóveis desportivos Porsche e apresenta-se com uma qualidade extremamente elevada. Este equipamento também inclui o sofisticado sistema Surround Sound da Burmester®, representado pela primeira vez nesta classe de veículos. Outras opções novas de equipamento são o sis-tema de aviso de desvio de faixa e o assistente de mudança de faixa. O Adaptive Cruise Control (ACC) com Porsche Active Safe (PAS), por exemplo, garante um nível adicional de conforto e segurança.
A ergonomia apoia a condução desportiva: a consola central com uma inclinação ascendente e a posição do banco do condutor asseguram que há uma distância muito curta entre o volante e a alavanca selectora. A alavanca selectora mais elevada, típica de um carro de corrida, integra o condutor ainda melhor no interior. Todos os ajustes e funções importantes estão reunidos na consola central em grupos lógicos e podem ser operados de forma rápida e intuitiva através de teclas dispostas em posições de fácil acesso. Como normalmente nos veículos Porsche, a ignição encontra-se no lado esquerdo do volante.
Os instrumentos são característicos da Porsche: três mostradores redondos clássicos com o conta-rotações na posição central. Incorporado no conta-rotações, existe um indicador de mudança. Este indica qual é a mudança em utilização pela transmissão Porsche Doppelkupplung (PDK). O mostrador redondo direito inclui um visor a cores de 4,8 polegadas de alta resolução. Para além das importantes funções do computador de bordo, este exibe, também, a representação cartográfica do Porsche Communication Management (PCM), opcional com módulo de navegação.
Visibilidade e sinais perfeitos: sistemas de luzes no Macan
Os sistemas de luzes e o design do Porsche Macan formam uma unidade, associada a uma elevada funcionalidade. À frente, o Macan é marcado por módulos de faróis princi-pais de grandes dimensões, pelas luzes diurnas, assim como pela disposição dos faróis de nevoeiro. As luzes traseiras com um design luminoso esguio sublinham o caráter de automóvel desportivo do veículo e tornam o Macan inconfundível, mesmo na escuridão.
Os faróis principais de halogéneo, com tecnologia de projecção, fazem parte do equi-pamento de série do Porsche Macan. Como opção, estão disponíveis faróis principais
bi-xénon (de série no Macan Turbo), também concebidos com tecnologia de projecção, incluindo luzes de curva estáticas e dinâmicas (Porsche Dynamic Light System, PDLS).
As luzes de curva dinâmicas rodam os faróis principais em função do ângulo de viragem e da velocidade de deslocação na curva; as luzes de curva estáticas activam faróis adi-cionais para a iluminação da curva, por exemplo, em processos de viragem. As luzes dianteiras são controladas em função da velocidade. O alcance e o contorno da lumino-sidade das luzes de médios são alterados com velocidades mais elevadas, para uma melhor iluminação da faixa de rodagem, por exemplo, em deslocações em auto-estrada. Ao apagar o cone de luz superior em situações de visibilidade reduzida, como nevoeiro, as luzes para condições climatéricas adversas podem reduzir o reflexo e, assim, o encadeamento do condutor.
O sistema de iluminação pode ser ampliado através do Porsche Dynamic Light System Plus (PDLS Plus) que contém duas outras funções: a luz de máximos dinâmica adapta o alcance dos faróis, de forma variável e gradual ao trânsito que segue à frente ou em sentido contrário. Quando se aproxima um cruzamento, o assistente de cruzamentos activa as luzes de curva estáticas no lado direito e no lado esquerdo, tornando, assim, o cone de luz mais amplo. Daqui resulta uma melhor iluminação do ambiente imediato e, consequentemente, uma maior segurança para o condutor e para os outros utilizadores da estrada. No Macan S e no Macan S Diesel, a luz de condução diurna é concebida com tecnologia de halogéneo e, no Macan Turbo, com tecnologia LED de 4 pontos. Igualmente de série em todos os modelos Macan são os faróis de nevoeiro, de modo a manter a segurança na estrada, mesmo com más condições meteorológicas. O Macan S e o Macan S Diesel têm integrados, na parte dianteira, faróis de nevoeiro de halogé-neo redondos. No Macan Turbo, estes foram concebidos com tecnologia LED.
As luzes traseiras foram completamente concebidas em tecnologia LED e assemelham-se ao design das do Porsche 918 Spyder. Estas têm uma aparência muito delicada e apelativa e, assim, acentuam ao mesmo tempo o carácter de automóvel desportivo Macan. Uma característica especialmente distinta é o design 3D que torna o Macan inconfundível tanto durante o dia como à noite: a luz de travagem circular enfatiza cla-ramente a luz traseira horizontal e estreita e, em simultâneo, o indicador de mudança de direção. Esta apresentação visual tridimensional das luzes, impressionante tanto com luz, como no escuro, assegura um efeito claro de reconhecimento da marca.
O pacote de iluminação de conforto
O pacote de iluminação de conforto, opcional, garante uma iluminação agradável do habitáculo. Todas as luzes foram concebidas com tecnologia LED. Este inclui uma ilu-minação ambiente ajustável nos painéis das portas e na consola de tejadilho, ilumina-ção do espaço para os pés à frente e atrás, luzes de leitura atrás, assim como luzes nos espelhos retrovisores exteriores. Além disso, os espelhos de cortesia nas palas no lado do condutor e do passageiro são iluminados.
Em Portugal, o Macan S vai custar 79.464 euros e o Macan S Diesel 79.939 euros. A versão de topo da gama Macan, o Turbo, custa 106.126 euros com impostos incluídos à data deste comunicado. O Macan começa a ser entregue a partir de dia 5 de Abril de 2014.

1) Macan S*: Consumos: urbano 11,6 – 11,3 litros/100 km; extra-urbano 7,6 – 7,3 litros/100 km; combinado 9,0 – 8,7 litros/100 km; Emissões de CO2: 212 – 204 g/km
2) Macan S Diesel*: Consumos: urbano 6,9 – 6,7 litros/100 km; extra-urbano 5,9 – 5,7 litros/100 km; combinado 6,3 – 6,1 litros/100 km; Emissões de CO2: 164 – 159 g/km
3) Macan Turbo*: Consumos: urbano 11,8 – 11,5 litros/100 km; extra-urbano 7,8 – 7,5 litros/100 km; combinado 9,2 – 8,9 litros/100 km; Emissões de CO2: 216 – 208 g/km
*) Versatilidade dependente do jogo de pneus utilizado













__________________
Não há idades… porque todos somos meninos perante e beleza e a sedução de um Porsche
  #2  
Antigo 20-11-2013, 18:05
Avatar de Diácono Luís
Diácono Luís Diácono Luís está offline
Fundador
 
Data de Entrada: Sep 2008
Mensagens: 23.679
Padrão


__________________
Não há idades… porque todos somos meninos perante e beleza e a sedução de um Porsche
  #3  
Antigo 20-11-2013, 19:05
Avatar de zico
zico zico está offline
Fundador
 
Data de Entrada: Sep 2008
Mensagens: 10.549
Padrão

Já se pode dizer mal?
  #4  
Antigo 20-11-2013, 20:07
Avatar de pbserra
pbserra pbserra está offline
Membro Cappuccino
 
Data de Entrada: Dec 2008
Mensagens: 1.334
Padrão

Como electrodoméstico ( coisa para nós levar do ponto a até ao ponto b) até acho giro .
__________________
www.pedro-serra.com
  #5  
Antigo 20-11-2013, 20:39
Avatar de Diácono Luís
Diácono Luís Diácono Luís está offline
Fundador
 
Data de Entrada: Sep 2008
Mensagens: 23.679
Padrão

Citação:
Tópico Aberto originalmente por zico Ver Mensagem
Já se pode dizer mal?
Ouvir-te é sempre um prazer... ainda que por vezes tenha a sensação de ter que esperar por outra vida para entender...

Como se diz no Alentejo...

Chega-lhe!
__________________
Não há idades… porque todos somos meninos perante e beleza e a sedução de um Porsche
  #6  
Antigo 20-11-2013, 21:01
Avatar de bg2
bg2 bg2 está offline
Moderator
 
Data de Entrada: Oct 2008
Mensagens: 7.512
Padrão

finalmente conseguiram fazer um volante que tem patilhas para a cx E comandos do rádio
  #7  
Antigo 20-11-2013, 21:15
Avatar de zico
zico zico está offline
Fundador
 
Data de Entrada: Sep 2008
Mensagens: 10.549
Padrão

Isto para mim é o grau zero da criatividade.
  #8  
Antigo 20-11-2013, 21:21
Avatar de _LM_
_LM_ _LM_ está offline
Membro Cappuccino
 
Data de Entrada: Feb 2009
Local: Braga
Mensagens: 2.238
Enviar mensagem via MSN para _LM_
Padrão

Quando falam em Puro Porsche, falam de quê? no símbolo e nas letras PORSCHE??
__________________
Power is nothing without Control
  #9  
Antigo 20-11-2013, 21:42
Avatar de Ferdinand
Ferdinand Ferdinand está offline
Membro Expresso
 
Data de Entrada: Mar 2009
Mensagens: 200
Padrão

Gosto....bastante!
__________________
  #10  
Antigo 20-11-2013, 21:58
Avatar de arqfod
arqfod arqfod está offline
Moderator
 
Data de Entrada: Aug 2010
Local: Oporto
Mensagens: 3.686
Talking Uma quadratura do óbvio...?



A presente dissertação assume-se como uma investigação teórica orientada para a prática. A temática geral enquadra-se no âmbito das práticas projectuais de investigação crítica em design de comunicação, guiadas pelas lógicas da cultura de network.


A cultura de network tem sido estímulo para a diversificação da produção cultural, especificamente no âmbito que concerne o design de comunicação. Através de uma investigação téorica destes fenómenos, esta dissertação responde à necessidade de criar um modelo projectual que sistematize uma actividade de investigação crítica do ponto de vista da práxis.

No enquadramento da temátical geral, a questão metodológica surge com particular relevância; as metodologias da prática em design de comunicação confrontam-se com novas possibilidades, funções e problemas. Factores como a função crítica, a transdisciplinaridade, o trabalho em network e multitasking ou a autoreflexão devem ser considerados na criação de uma meto- dologia capaz de compreender novas extensões do campo disciplinar do design de comunicação.

Neste sentido, assume-se à partida que o discurso não pretende ser enquadrado de um ponto de vista histórico , mas antes, realçar os aspectos que resultaram do impacto na sociedade em que são transpostos, no contexto banal... o contexto de uma produção massiva.

Este momento de contextualização até aparenta defender que o aparecimento e desenvolvimento, decorrentes da era actual, abriu uma nova condição na sociedade, com repercussões nas áreas de produção de modelos e tecnologias pretensamente acessíveis.

Pode afirmar-se que a cultura da sociedade actual está numa fase de transição entre uma cultura digital e o que pode ser denominado por cultura de network?.

Ou parte-se de um contexto de "mais do mesmo" para depois apenas especificar o papel desta cultura de network num discurso cujo suporte advém da disciplina do design, mesmo sendo um mero exercício de retórica...?

__________________
Porsche Tradition Future
1963-2013 | 50 anos 911
Mission 2014. Our Return

Última edição por arqfod : 20-11-2013 às 22:02
Tópico Fechado

Opções do Tópico
Modos de Exibição

Permissões
Você não pode abrir novos tópicos
Você não pode inserir respostas
VocÊ não pode anexar ficheiros
Você não pode edita suas mensagens

BB code é Ligado
Smilies estão Ligado
Código [IMG] está Ligado
Código HTML está Desligado

Ir para...


Horários baseados na GMT. Agora são 22:56.

Direitos Reservados 2009 – www.lehrenkrauscafe.com - O site "LEHERNKRAUSCAFE" e o seu conteúdo, é um site não comercial, de entusiastas, e NÃO é Patrocinado, associado, aprovado, endossado ou de nenhuma forma afiliado com ou pela Dr.Ing. h.c. F.Porsche AG ("PAG"), ou qualquer uma das suas Subsidiárias ou representantes. PORSCHE - PORSCHE CREST - PORSCHE DESIGN - CARRERA - TARGA - TIPTRONIC - PORSCHE SPEEDSTER - VARIORAM - CVTIP - VARIOCAM - BOXSTER - CAYENNE - CAYMAN - TEQUIPMENT - VARRERA - PCM - RS - 4S - PAN AMERICANA - TECHNORAD - PORSCHE BIKE S - PORSCHE BIKE FS - P AND DESIGN - 911 - 356 - 959. THERE IS NO SUBSTITUTE e outros nomes de produtos Porsche, números de modelo, logótipos, símbolos comerciais, nomes de marca, e lemas, são marcas registadas e as formas distintas do automóveis Porsche são propriedade da PAG e estão protegidas pelas leis internacionais de marcas. Todas as fotografias e outros conteúdos neste Site foram obtidas através de canais aprovados ou do domínio público e não tencionam infringir nenhum direito reservado. Caso Você acredite que por qualquer razão este Site possa estar acidentalmente em violação dos seus direitos reservados, contacte-nos e removeremos os respectivos conteúdos de forma imediata.